AgTechsEntrevistas | AgTechs

Eduardo Cicconi, Gerente de Inovação e Tecnologia do SUPERA Parque

Confira a entrevista do Liga Insights com Eduardo Cicconi, Gerente de Inovação e Tecnologia do SUPERA Parque, sobre os desafios para a difusão de startups no mercado agro

Eduardo Cicconi, Gerente de Inovação e Tecnologia do SUPERA Parque, foi um dos entrevistados para o estudo Liga Insights AgTechs, lançado em abril de 2019. Durante a entrevista, ele falou sobre o papel do ecossistema no fortalecimento das AgTechs e sobre os principais desafios enfrentados pelas startups do SUPERA Parque.

O estudo completo está disponível para download neste link.

O SUPERA Parque é um ecossistema que atua nos segmentos de Biotecnologia, TI, Saúde, Agro e Bioenergia, possuindo convênios com a USP, Prefeitura de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo.

Eduardo Cicconi é Doutor em Administração de Empresas pela USP de Ribeirão Preto e atuante no ambiente de pesquisa acadêmica. Desde 2011 é Gerente de Inovação e Tecnologia do SUPERA Parque.

Confira a seguir a entrevista na íntegra:

Liga Insights (LI) - Como iniciou a relação do SUPERA Parque com o setor agropecuário?

Eduardo Cicconi (EC) - O SUPERA Parque sempre teve uma atuação muito forte para a área da saúde, devido a uma vocação natural que Ribeirão Preto neste setor. Entretanto, a região também é muito forte no setor de Agro, mas com poucas iniciativas de desenvolvimento tecnológico. Por isso, entendemos que é nosso papel incentivá-lo. Percebemos que diversas tecnologias que são aplicadas a outros setores poderiam ser reaproveitadas no Agronegócio.

LI - Por que as tecnologias no setor são tão importantes?

EC - A chegada de tecnologia ao setor é importante no sentido de modernizar o Agronegócio, resolvendo possíveis gargalos existentes e também dando mais competitividade ao setor. Existem muitas soluções sendo gerada no âmbito da academia que, quando transformadas em inovação, são capazes de reduzir custos operacionais para o empresário, movimentando toda uma cadeia produtiva.

 

LI - Qual é o papel do SUPERA Parque dentro desse cenário de digitalização no setor?

EC - O Parque existe desde 2014 e está instalado dentro do campus da USP. Somos um ambiente de inovação extremamente importante para o ecossistema da região de Ribeirão Preto, inclusive do Brasil. Somos classificados como um dos principais Parques Tecnológicos do Brasil. Nossa missão é ser um centro conector de grandes empresas, startups, pequenas e médias empresas, além de investidores. 

 

LI - De que forma incentiva a implementação das tecnologias no Agronegócio?

Exercemos um papel importante, auxiliando na criação, desenvolvimento e escalabilidade de novas empresas, que podem chegar até nós por intermédio da incubadora, por onde recebem todo o suporte para validação do produto e modelo de negócio da empresa, como capacitação, consultoria, treinamento, participação em eventos e feiras, etc. 

 

LI - Quais são os principais desafios enfrentados pelas startups do Parque?

EC - Além de uma dificuldade de conexão com investidores, uma das principais dificuldades enfrentadas pelas startups residentes no Parque é na conexão com as grandes empresas. Ainda vemos uma certa resistência de parte das corporações em expor quais são os problemas enfrentados por elas. Se conseguissem expor de forma clara e direta, com certeza conseguiríamos fazer uma conexão com alguma startup que poderia auxiliar na solução desse problema. Essa relação pode trazer agilidade, profissionais qualificados e redução de custos para as empresas.

 

LI - E como vocês veem essa resolução? 

EC - Com a cooperação de associações e ambientes de inovação que estão se fortalecendo no Brasil. No SUPERA Parque temos a visão de sermos um grande hub de desenvolvimento tecnológico. Para isso, nos conectamos com outros atores na região, como é o caso do InovaJab, que nos auxilia a criar um ambiente de inovação focado no Agronegócio para desenvolvermos novas tecnologias e ampliarmos as que estão sendo desenvolvidas na região. A intenção é colaborar para que as empresas possam aprender com de forma fácil e acertar o mais rápido possível.

Confira o estudo completo Liga Insights com o tema AgTechs!

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar