Co.Urban: conheça a startup de gestão de serviços urbanos
Cases

Co.Urban: Conheça a startup que ajudou uma empresa de construção civil a aumentar as horas produtivasem quase 25% nas operações de zeladoria urbana em São Paulo

Conheça a conheça a Co.Urban, startup de gestão de serviços urbanos

Sobre a Co.Urban

Criada em 2018, a Co.Urban é uma startup que oferece plataformas de gestão para serviços urbanos. A tecnologia oferece ferramentas capazes de conectar dados de equipes de campo em tempo real de modo a garantir insights de melhoria de performance, identificação de gargalos nas operações e tomadas de decisão mais assertivas e ágeis.

Certamente é uma solução B2B com foco em atender empresas de engenharia de serviços urbanos, construção civil, saneamento e insumos para cidades. Entre seu portfólio de clientes, estão empresas como concessionárias de limpeza urbana e zeladoria de cidades localizadas em mais de 5 estados brasileiros. Além disso, a startup faz parte do grupo de startups que participam do programa Where SCIENCE Happens conduzido pelo STATE e que tem a parceria da Liga Ventures.

O Cliente e o Desafio

Para todo o setor de serviços urbanos, o desafio de controlar as operações de campo é uma realidade, especialmente porque são operações dinâmicas e complexas. O setor possui características inerentes como variedade de serviços, que vão desde zeladoria à infraestrutura, e centenas de operações simultâneas que envolvem equipes diferentes. Dessa forma, as plataformas genéricas não permitem uma gestão eficiente dentro da realidade dessas empresas.

A empresa que procurou a Co.Urban é do ramo de construção civil e atua no mercado de zeladoria urbana em São Paulo. Neste caso não temos permissão para citar o nome da empresa, mas a contextualização do desafio ilustra bem o case, uma vez que a principal demanda da empresa era a automatização dos controles operacionais e em paralelo buscava resolver desafios internos que eram resultado do controle manual, como a baixa confiabilidade dos dados e a dificuldade de acessar os dados na hora de embasar as decisões. Outro desafio que a empresa buscou resolver foi o monitoramento da produtividade da equipe, com o objetivo diminuir as percepções de ociosidade, acompanhando melhor indicativos como hora-extra e tempo ocioso.

A Solução

A Co.Urban realizou a implementação da plataforma de gestão na empresa e pôde colaborar com a empresa através de ações com foco no aumento da geração qualificada de dados através do uso do aplicativo e na identificação de novas métricas por serviço através de estudos e relatórios. As ações também proporcionaram a automatização de relatórios interativos e de tabelas, além da capacitação de equipes para aumento de performance. O projeto também contemplou a integração entre a plataforma e todas as ferramentas.

Resultados

Antes de começar a parceria com a Co.Urban, a expectativa de sucesso era de que o software permitisse à empresa de engenharia maior eficiência operacional, com menor custo, uma vez que a produtividade das equipes de campo era métrica essencial para o sucesso do negócio.

Do início de 2019 até agora, a quantidade de horas produtivas aumentou em quase 25% e o deslocamento das equipes diminuiu cerca de 15%. Além disso, foram economizadas mais de 300 horas de manutenção. Hoje, todas as estratégias operacionais são analisadas conforme o impacto que elas trazem para as métricas apresentadas na plataforma.

“A Co.Urban faz parte do conjunto de ferramentas, estratégias e pessoas que adotamos a partir do final de 2018. Esse conjunto de sucesso foi responsável por manter a produtividade em Kg/Hora Produtiva e em Kg/Km de todas as nossas equipes de campo mesmo em um ano atípico. Hoje usamos a plataforma Co.Urban de forma integrada com as pessoas e processos que fazem parte do nosso dia a dia, com o apoio da plataforma temos informações para tomar decisões mais assertivas. Estamos muito satisfeitos com a Co.Urban!”, concluiu o diretor de Operações da empresa contratante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo