Como a Linkana reduziu o tempo de homologação de novos fornecedores
Cases

Saiba como a Linkana otimizou a gestão de fornecedores da CBA

Sobre a Linkana

A Linkana foi fundada em 2019 com o intuito de desenvolver uma solução que otimizasse o processo cadastral de compras e a gestão de fornecedores. Deste modo, a startup consegue mitigar riscos reputacionais (compliance) e operacionais (habilitação básica, financeiro e trabalhista).

Em seu modelo de Software as a Service (SaaS), a Linkana utiliza a infraestrutura de nuvem, automação de processos robóticos (RPA) e inteligência artificial (IA). 

Marcelo Miranda, cofundador e chefe de produto da startup, explica que a centralização e o cruzamento de dados em um único sistema permite que as empresas gerem insights e prevejam riscos que, antes, não conseguiam identificar. “Dessa forma, as companhias conseguem analisar a procedência dos materiais, selecionando somente aqueles que se enquadram nas políticas ambientais, sociais e de governança (ESG). Além disso, possibilitamos que a complexa cadeia de suprimentos otimize a área de compras em questão de custo com software e mão de obra”, diz.

O cliente e o desafio

O cliente contratante da Linkana é a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), uma das maiores empresas de alumínio da América Latina. Além da produção de alumínio sustentável, a empresa se destaca por gerar a sua própria energia, o que a tornou referência em ESG, ficando entre as melhores organizações avaliadas no Programa de Mudanças Climáticas em 2020, segundo a instituição Carbon Disclosure Project (CDP).

De acordo com o executivo, os principais desafios enfrentados pela CBA eram: o baixo nível de automação no processo de análise de risco da cadeia de fornecimento, a descentralização das informações necessárias para seguir esta operação e o alto custo de execução. “O cadastro de fornecedores era feito de forma manual e levava mais de 30 dias para ser concluído, além da troca excessiva de e-mails e ligações entre os parceiros e o time responsável sobre dúvidas na plataforma antiga”, diz.

Tanto os fornecedores quanto os compradores não tinham uma boa experiência no sistema de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP), explica Miranda. A gestão de documentos vencidos dos fornecedores era feita manualmente por meio de planilhas.

“A plataforma de homologação não possibilitava a extração de base de dados para manipulação e gestão estratégicas destes em ferramentas de Business Intelligence (BI), impossibilitando, assim, a gestão de riscos e análises estratégicas de mais de 3.500 fornecedores”, explica o cofundador.

A solução

Para solucionar o problema, a Linkana se tornou o portal oficial de cadastro de homologação dos atuais e novos fornecedores da CBA. Dessa forma, a startup passou a ser responsável por avaliar todas as informações relacionadas ao fornecimento de materiais, o que resultou em maior eficiência na gestão e validação dos contratados da empresa. “Todos os vencimentos agora são monitorados automaticamente, garantindo que os dados do fornecedor permaneçam atualizados e sejam geridos de forma confiável  mesmo que  ocorram  alterações ao longo do caminho”, afirma Miranda.

Todo esse processo é realizado de forma simples. Basta ter o CNPJ e o e-mail de contato do fornecedor para a Linkana começar a gerar mais de 30 informações públicas e iniciar o contato automatizado com o parceiro, que recebe um acesso à plataforma para armazenar suas informações e, se necessário, suporte técnico da startup. 

Após receber as documentações, a Linkana faz toda a cobrança, avaliação e revisão das informações, garantindo a entrega do fornecedor na etapa final do processo já com todos os documentos necessários para a tomada de decisão: aprovação ou reprovação do parceiro de acordo com a política de risco da empresa.

Cada informação gerada é auditável e possui um nível de risco atrelado a sua categoria de fornecimento. A combinação gera um pontuação de confiança e determina se o fornecedor deve ou não ser homologado. “Com todos os fornecedores em um único sistema, esta base de dados oferece análises estratégicas sobre risco e qualidades dos fornecedores por meio de dashboards e relatórios”, diz o cofundador da startup.

Resultados obtidos

Por meio da solução oferecida pela startup, a CBA conseguiu otimizar a operação, deixando o processo mais eficiente. “Com a Linkana, o tempo de homologação de um novo fornecedor reduziu em cerca de 80%, de 30 para seis dias úteis”, diz Miranda. A plataforma proporcionou também uma melhor experiência aos fornecedores, atingindo um NPS de 96%.

Além disso, as automações providas pela plataforma geraram uma economia de três a quatro horas diárias para os analistas, que passaram a utilizar esse tempo para direcionar o seu foco em tarefas que agregam mais valor e impulsionam de forma estratégica o departamento de Performance e Gestão de Fornecedores.

Fora que com a gestão estratégica de dados, foi possível um desenvolvimento das políticas ESG.A ferramenta também facilitou as consultas de compliance e de listas restritivas, como de trabalho análogo à escravidão, de autuações e embargos do IBAMA, dentre outras que assegurem aspectos de ESG na cadeia de fornecimento”, afirma o empresário. 

 

Entre em contato com a Linkana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Mapas de startups atualizados constantemente?

Conheça a Startup Scanner e acompanhe todos os movimentos de startups e soluções para a sua área e setor.