Como a Tupinambá encarou o desafio de eletroabastecimento de um mall
Cases

Como a Tupinambá encarou o desafio de eletroabastecimento de um shopping

Sobre a Tupinambá Energia e Mobilidade

A Tupinambá foi fundada em 2019 com o objetivo de viabilizar o desenvolvimento de uma rede de pontos de recarga de veículos elétricos no país. Por meio de tecnologia de gestão de eletroabastecimento e estações próprias de recarga, a startup se destaca como a primeira do Brasil ao ofertar o ciclo completo de exploração da infraestrutura de recarga. 

Do aplicativo ao veículo totalmente carregado, a startup de mobilidade elétrica atende shoppings, supermercados, redes de estacionamento, condomínios comerciais, residenciais, clientes corporativos e locais públicos. Suas três principais frentes são estações proprietárias posicionadas em pontos estratégicos com telas, aplicativo que viabiliza a jornada do usuário de carro elétrico, com mais de 400 pontos de recarga cadastrados, e software que assiste às necessidades dos clientes e dos proprietários de Ponto de Eletrificação.

“Temos estações com design proprietário, inclusive premiada no Brazil Design Awards de 2020, e telas de DOOH (mídia Digital Out Of Home), propiciando receita recorrente de venda de publicidade, impulsionando a criação da nossa rede de recarga. Com nosso aplicativo, é possível achar um ponto de recarga onde você estiver e até mesmo reservar um carregador. Temos também uma plataforma completa para gestão de carregamento (CPO), aplicativos com possibilidade de white-label (EMSP) e uma camada de serviço associada, assim, somos a solução perfeita para empresas que estão entrando nesse mercado, sejam prédios que precisam dividir a conta de energia entre os condôminos ou uma rede de shopping que queira oferecer uma nova conveniência aos seus clientes. Gerando uma receita recorrente através de um modelo simples de assinatura pelo software (SaaS) e serviços associados”, diz o cofundador da Tupinambá, Pedro De Conti.  

Atualmente, a Tupinambá tem três pontos ativos em São Paulo, com expectativa de finalizar o primeiro trimestre do ano somando um total de 10 pontos. Além destes, a startup planeja expandir suas instalações para as cidades de Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, terminando o ano com 100 pontos instalados em algumas das principais linhas de shopping e varejistas, além de redes de estacionamentos.

Sobre o cliente

O cliente da Tupinambá é um estabelecimento de uma das maiores redes de shopping centers do país. Localizado no centro financeiro da capital paulista, o mall possui 17.703 m² de área total e 1,5 mil vagas de estacionamento, recebendo centenas de pessoas que buscam entretenimento e consumo nas mais importantes marcas do varejo em 160 lojas divididas em cinco pisos. 

O desafio de eletroabastecimento

De acordo com Pedro De Conti, cofundador da Tupinambá, os principais desafios enfrentados pelo cliente eram a falta de conhecimento sobre como implementar uma infraestrutura de recarga, a dificuldade em visualizar os dados gerados, e, principalmente, a ausência de conveniência para os proprietários de veículos elétricos. Por mais que houvesse infraestrutura de recarga para esses veículos, a estrutura estava desconectada, o que dificultava o uso por parte dos clientes e a visibilidade de dados para o shopping.

Etapas de implementação

Diante deste contexto, a Tupinambá implementou sua estação de recarga de forma estratégica na entrada do estacionamento da rede de shopping center, visando ofertar um serviço de alto valor agregado para os clientes. Além da escolha do local, o posto de eletroabastecimento possui uma tela de mídia de 55 polegadas que traz conteúdo interativo e permite ao consumidor entender mais sobre mobilidade, além de ser uma ótima opção de Green Advertising para os patrocinadores.

São vários fatores que conseguimos adicionar para este parceiro. Agregamos o software, inteligência de onde e como instalar, a própria potência do nosso carregador que é o dobro da potência dos carregadores que têm nestes locais, e principalmente, interface com o consumidor. Em novembro de 2019, já estávamos na Apple Store e no Google Play mapeando todos os pontos de carregamento para os donos de carros elétricos no Brasil. Somos o único aplicativo que junta as duas coisas, uma rede conectada com o mapeamento de todos os pontos. Se você quiser encontrar um ponto qualquer, criar uma rota ou reservar uma vaga e liberar pelo app”, diz Conti.

Resultados obtidos

Por meio da solução oferecida pela startup, o shopping center obteve um aumento de 1600% nos abastecimentos mensais — de um para 16 —, além de fornecer mais praticidade aos donos de veículos elétricos. Outro ganho significativo foi a possibilidade de analisar os dados das operações por meio do software proprietário que utiliza o Open Charge Point Protocol (OCPP), um protocolo de aplicação que se conecta a diferentes hardwares de carregamento (ABB, Schneider), obtendo informações importantes, como consumo de energia e dados dos clientes.

“Do lado do cliente, tivemos nota máxima no NPS, por ser uma experiência de carregamento diferente de outros lugares onde eles já carregaram. Do lado dos parceiros, mais do que o volume de carregamento, nossa solução entrega conveniência e influencia também na imagem do local, por estar associada à sustentabilidade. Além dos aspectos citados anteriormente, já mostramos que conseguimos aumentar o volume de carregamentos e isso, a longo prazo, vai ser uma receita importante para os parceiros”, explica Pedro De Conti, cofundador da Tupinambá.

 

Entre em contato com a Tupinambá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Mapas de startups atualizados constantemente?

Conheça a Startup Scanner e acompanhe todos os movimentos de startups e soluções para a sua área e setor.