Inovação

Entenda o que é e como organizar um Hackathon

A busca por inovação é um desafio permanente das empresas que desejam alcançar um bom lugar no mercado. Neste sentido, encontrar formas para promover a discussão e o desenvolvimento de soluções inovadoras é uma das principais atividades que contribuem com esse objetivo. É neste ponto que o Hackathon ganha força.

Este evento é uma das principais maneiras de estimular brainstormings, criação de novos projetos, capacitar colaboradores e ainda colocar sua empresa no caminho dos principais responsáveis pelo desenvolvimento tecnológico do mercado.

O que é um Hackathon

Hackathons são eventos que envolvem pessoas interessadas em solucionar problemas e desenvolver soluções inovadoras para questões específicas. A origem do termo remete à combinação das palavras hack (programar) e marathon (maratona).

Entretanto, há algum tempo que os Hackathons deixaram de ser eventos focados apenas em programadores e começaram a ser espaço para profissionais como designers, gestores, desenvolvedores, especialistas em inovação e usuários.

Assim, essa maratona serve para que projetos e ideias sejam discutidos e desenvolvidos. Levando em consideração opiniões, recursos e conhecimentos de todos profissionais envolvidos.

Portanto, podemos dizer que este evento é fundamental para incentivar a produção coletiva, integração, participação de várias frentes no desenvolvimento do projeto e para fazer que soluções inovadoras possam ganhar corpo e forma dentro de uma organização.

Quem pode participar de um Hackathon

Os Hackathons normalmente envolvem todos os profissionais que possuem relação com tecnologia, inovação e desenvolvimento de novas soluções. Nesses eventos, normalmente encontramos programadores, designers, profissionais de marketing e TI e responsáveis por tecnologias.

Porém, é importante lembrar que não há uma restrição. Os Hackathons são momentos de grande aprendizado e de troca de ideias, por isso é frequente que empresas convidem alguns usuários e profissionais de outros setores para participarem desse eventos.

Este fato contribui para que um Hackathon se transforme em uma excelente forma de fomentar a inovação aberta nas empresas. Afinal, é comum a participação interna e externa.

Além disso, o conhecimento e os bons resultados dos Hackathons fizeram que os profissionais de RH se atentassem para estes eventos como forma de treinamento e desenvolvimento dos colaboradores de todos os setores das organizações.

Vale destacar, que além do conhecimento técnico, há também aprendizado sobre inovação e novas estratégias de desenvolvimento de produtos e gestão, como metodologia ágil, definição de MVP e criação a partir do Design Thinking.

Como planejar um Hackathon

Com o conceito de Hackathon já claro, podemos avançar para o próximo ponto: o planejamento deste evento. É importante ressaltar que não há um padrão, cada empresa ou projeto define as diretrizes e os objetivos dos seus Hackathons.

Entretanto, para que sejam eficientes é preciso que alguns pilares estejam esclarecidos:

Identificação do problema / dor

O primeiro passo para planejar um Hackathon é definir o objetivo esperado do evento. Para isso, é essencial identificar a dor ou problema que servirá de base para que os participantes criem soluções.

Um bom ponto de partida é analisar projetos que estão engavetados em sua empresa e ver quais são os principais impedimentos. A partir desse conhecimento será possível criar diretrizes para guiar o Hackathon e com isso chegar em resultados para colocar essas ideias em prática.

Definição do formato do evento

Os Hackathons são eventos colaborativos, mas também podem ser configurados a partir de uma competição. Essa prática é muito comum e utilizada por algumas das principais empresas do mercado.

Elas determinam o problema que deve ser solucionado e determina as equipes envolvidas, a partir disso, começa uma competição para que cada equipe apresente sua ideia e a melhor forma de tratar a questão apresentada.

Contrapondo a este modelo competitivo, há também os eventos que acontecem de uma maneira mais amigável. Nesse forma, o hackathon assume a responsabilidade de ser o momento de fazer networking e adquirir conhecimentos sobre determinado assunto.

Regras e orientações

As regras para participação e desenvolvimento das soluções devem ser definidas desde o começo. É interessante deixar claro o limite de utilização de frameworks, ferramentas, sistemas para que a solução apresentada não seja distante da expectativa.

As orientações sobre o evento também devem ser transmitidas. Definido sobre o formato, os inscritos devem saber detalhes como: prêmios, formato e objetivos, além das informações básicas, como regras morais e os valores de cada empresa que realiza o Hackathon.

Definição de público, data e local

O próximo passo para o planejamento de um Hackathon é a decisão sobre: os convidados, o momento e o local onde será realizado este evento.

Como falamos, profissionais dos mais variados segmentos podem participar desses eventos. Essa variedade contribui para a construção de soluções abrangentes e completas, além de permitir maior integração e colaboração entre os participantes.

Entretanto, é sempre importante deixar bem claro o objetivo e ter foco nele. Se a meta do Hackathon é desenvolver um app para sua sua empresa, você terá que ir atrás, principalmente, de desenvolvedores e designers, por exemplo.

Também, é necessário considerar as características deste público para a definição da data do evento. Geralmente, os Hackathons acontecem durante o final de semana, dessa forma atrai profissionais que exercem outras atividades.

Por último, a escolha do local também é uma decisão que contribui diretamente para os resultados. Este eventos são marcados por troca de conhecimento, criatividade e inovação, assim, o espaço também precisa ser propício para este resultado. Por isso, o ideal é que fuja das salas de reuniões e procure espaços como Coworkings, Hubs ou Hotéis.

Intervalos e descansos

Os descansos e intervalos também devem ser pensados e planejados. Como o Hackathon é uma maratona, é comum que aconteça durante um dia inteiro ou mesmo durante dois dias. Por isso, o momento que os envolvidos têm para descansar deve ser definido.

Tempo para breaks, descanso, lanches são importantes, pois também servem para conectar mais os participantes e gerar ideias. Dessa forma, ao pensar no espaço onde será realizado o evento, pense em um local que tenha áreas confortáveis com essa finalidade de descanso.

Comunicação e divulgação

Fazer um bom plano de comunicação para divulgar o Hackathon é fundamental para atrair os melhores profissionais para solucionar o problema que você possui. Para isso, invista em uma segmentação qualificada e busque conversar diretamente com o público que você selecionou.

Além da comunicação, o processo de inscrição deve ser simples, objetivo e apresentar as informações primordiais para o participante. Neste ponto, utilizar um processo ou software de gestão de evento contribui para a interação com os inscritos e ainda te permite acompanhar o engajamento do público com o seu Hackathon.

Porém, a comunicação não termina no momento das inscrições. É preciso um planejamento para a comunicação durante e principalmente após o evento. Durante o evento é interessante que seja pensado em uma forma de capturar imagens, interagir os participantes e gerar valor para o evento.

Dessa forma, com esse material, será mais fácil divulgar os resultados e apresentar os objetivos alcançados após o Hackathon.

Hackathon como estratégia de inovação e metodologia

O Hackathon é um evento fundamental para quem deseja investir em inovação. Ao colocar profissionais com conhecimentos variados para realizarem o desenvolvimento da solução, o evento permite a criação e a cocriação de ideias eficientes para solucionar problemas.

Assim, tecnologias e metodologias que ainda não foram utilizadas podem ser testadas e mescladas para que o resultado seja algo inovador e eficiente.

Para a empresa, este evento é importante para acelerar negócios. Projetos que estão engavetados pode ser apresentados como problemas e assim impedimentos podem ser transformados em oportunidades de negócio.

Quando olhamos para esta oportunidade, destacamos 3 vantagens para as organizações realizarem Hackathons:

  • Economia de tempo: é comum encontrarmos profissionais responsáveis pela inovação nas empresas com outras tarefas e sem tempo para pensar em soluções inovadoras. Com o Hackathon, este profissional consegue direcionar o evento para que os inscritos cumpram com o papel de desenvolver várias ideias, sem que seja necessário colocar o time interno para criar e testar vários projetos até chegar em um eficiente.
  • Redução da necessidade de investimento financeiro: da mesma forma como acontece a economia de tempo, há a redução do investimento financeiro. Projetos e soluções demandam recursos das empresas, quando são apresentados em Hackathons, normalmente, são mais baratos do que seria todo o processo interno.

O principal motivo é que, geralmente, apenas um projeto é escolhido para ser realmente desenvolvido.

  • Maior agilidade para o lançamento de novas soluções: a velocidade de desenvolvimento de novas soluções é maior quando essa surge em um evento assim. Como o projeto é fruto de uma colaboração coletiva, vários pontos são discutidos e assim o resultado tende a ser mais eficiente e próximo do que a empresa precisa para fazer o lançamento.

É importante também falar que os Hackathons fazem parte da série de processos e metodologias disponíveis para fomentar a inovação nas empresas.

Para organizações que desejam seguir esse caminho, é extremamente válido procurar também outros caminhos, como os programas de aceleração, que geram inovações de forma estruturada e em menos tempo.

Portanto, quando um Hackathon é parte de um processo maior focado em inovação, que envolve todo um planejamento cheio de detalhes, as chances dele ser bem-sucedido são maiores, assim como as chances das soluções realmente contribuírem para os negócios.

Quer saber mais sobre inovação aberta e a importância de contar com opiniões internas e externas para o desenvolvimento de soluções? Veja este conteúdo sobre inovação aberta.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar