Inovação

Crowdsourcing: o que é, benefícios e exemplos para você se inspirar

Em tempos onde é necessário que projetos e empresas sejam multidisciplinares, o crowdsourcing é um processo fundamental para o sucesso de qualquer negócio ou desenvolvimento de uma ideia.

Se você ainda não conhece esse termo ou não sabe como aplicar em sua organização, este conteúdo é dedicado para você. Afinal, sabemos a importância de envolver profissionais e pessoas no desenvolvimento de soluções para que elas realmente sejam relevantes para todos.

O que é crowdsourcing

Crowdsourcing é um modelo de produção e de estruturação de processos que utiliza a sabedoria e os aprendizados coletivos para a resolução de problemas ou desenvolvimento de uma solução.

A primeira aparição do termo ocorreu na revista Wired, em uma artigo de Mark Robinson e Jeff Howe. Os autores usaram as palavras crowd (multidão) e outsourcing (terceirização) para representar algo que é construído por meio da união de um grupo de pessoas ou seja, da construção coletiva.

Benefícios do crowdsourcing

Com o crowdsourcing, os projetos são elaborados de forma multidisciplinares. Esse fator em si, já representa um grande benefício do crowdsourcing, porém ainda podemos destacar outras 5 vantagens, confira:

  1. Envolvimento de mais pessoas e profissionais em um projeto: organizações se preocupam em integrar setores e fazer que profissionais estejam envolvidos como um todo no projeto, o crowdsourcing é a forma de alcançar esse objetivo e ainda trazer usuários, clientes e público para essa conversa.
  2. Surgimento de novas ideias: quando há o envolvimento de mais pessoas, aumentam as chances de surgirem novas ideias e soluções diferentes das que já são apresentadas.
  3. Inovação constante: a interação coletiva e a contribuição de pessoas é um dos caminhos para manter a inovação permanente de processos e soluções. Quando há uma troca de conhecimento e aprendizados, a tendência é que melhorias aconteçam e novas soluções apareçam.
  4. Conhecimento compartilhado: a melhor forma de capacitar colaboradores é com a percepção prática e a mentoria de profissionais mais capacitados. Quando há a troca e a construção coletiva, esse conhecimento é naturalmente passado para todos do grupo.
  5. Dados: além de ser fundamental para o desenvolvimento de projetos e ideias, o crowdsourcing é uma excelente forma de coletar informações sobre o público, mercado e os profissionais que fazem parte do dia a dia do seu negócio.

Como implementar o crowdsourcing nas empresas

Para implementar o crowdsourcing na sua empresa, você pode seguir alguns passos básicos:

1º passo: transforme o crowdsourcing em um pilar da cultura

De uma forma prática, para ser implantado, o crowdsourcing deve estar presente na cultura de uma organização. Isso quer dizer que deve ter o pensamento da construção coletiva para que as ações possam acontecer de uma forma democrática em um determinado grupo.

Então, podemos dizer que uma empresa que possui uma cultura de inovação bem orientada está mais perto de implementar esse modelo com sucesso do que organizações conservadoras.

2º passo: faça um diagnóstico das áreas que podem ser beneficiadas

É necessário um estudo que aponte em quais setores da empresa essa metodologia pode gerar os melhores impactos para o resultado do negócio. Além disso, é fundamental entender quais os responsáveis por gerir esse processo em cada área.

3º passo: crie uma plataforma que permita a construção coletiva

Depois de transformar esse processo em um pilar para a empresa é necessário fazer com que esteja presente nos processos e entregas. O caminho é incentivar que atividades sejam realizadas assim.

Para isso, é importante que a empresa estimule a utilização de plataformas e metodologias que utilizem a contribuição coletiva para realizar tarefas, gerar ideias e criar projetos. Nesse momento, é fundamental que você envolva não apenas os colaboradores, mas também o público externo.

Melhores exemplos de crowdsourcing

Para demonstrar exatamente o que é crowdsourcing, separamos alguns exemplos de empresas e soluções que utilizam esse modelo de produção.

Wikipedia

A Wikipedia é um dos melhores exemplos de crowdsourcing que existem. O site utiliza uma rede mundial de colaboração para nutrir suas páginas e produzir os conteúdos que são apresentados aos usuários.

Waze

Assim como a Wikipedia, o Waze também é uma plataforma onde os usuários ajudam a atualizar o conteúdo. As interações enviadas pelos motoristas transformam o aplicativo em uma maneira de acompanhar o tempo em tempo real. Tudo isso só é possível por meio dessa construção coletiva.

Ruffles

O crowdsourcing não é exclusivo para empresas relacionadas à tecnologia e startups. Você já viu alguma promoção envolvendo o desenvolvimento de um novo sabor das batatas Ruffles? Se sim, presenciou a empresa resolvendo um problema por meio da construção coletiva. Ao colocar usuários para desenvolver e votar no melhor sabor, a empresa usa do conhecimento coletivo.

Netflix

Voltando para a área de tecnologia, a Netflix utilizou a estratégia de crowdsourcing em 2012 para estimular o desenvolvimento de um algoritmo que melhorasse 10% o processo de sugestão de filmes entre a plataforma e usuário.

Apesar de ainda não ter implantado a ideia vencedora do concurso, a empresa utilizou os dados para melhorar seu serviço e assim conseguir aumentar ainda mais o número de visualizações dos filmes e séries de sua plataforma.

Implementar crowdsourcing é praticar inovação aberta

Se olharmos para os termos que estão presentes no dia a dia do mercado, podemos dizer que o crowdsourcing é parte do processo de inovação aberta de uma empresa. A partir do momento que um negócio expande os limites internos, ele abre oportunidade para que conhecimentos coletivos sejam utilizados em todo o projeto.

Com isso, é possível aproveitar as vantagens desse tipo de pensamento como a aceleração do projeto de inovação em uma empresa e a melhor aderência de soluções, afinal, é baseada em um conhecimento coletivo e não de apenas uma pessoa.

Crowdsourcing e crowdfunding

Já que estamos falando sobre os termos que são presentes atualmente, é preciso citar o crowdfunding.

Antes de tudo, é preciso destacar que, apesar de parecido e relacionados, os dois termos não são iguais. Quando falamos em crowdfunding estamos falando sobre uma possibilidade, um tipo de crowdsourcing: o financiamento coletivo.

Portanto, temos o crowdsourcing relacionado à construção compartilhada e coletiva e o crowdfunding relacionado ao financiamento coletivo.

Quer saber um pouco mais sobre financiamentos e tipos de captação de recursos? Veja este conteúdo sobre Funding.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar