Entrevista: Philipp Schiemer, Presidente da Mercedes-Benz do Brasil
Entrevistas I LogTechsLogtechs

Philipp Schiemer, Presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina

Confira a entrevista do Liga Insights com Philipp Schiemer, Presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina, sobre a maturidade da logística 4.0 no Brasil

Philipp Schiemer, Presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina, foi um dos entrevistados para o estudo Liga Insights Logtechs, lançado em novembro de 2019. Durante a entrevista, ele comentou sobre os desafios logísticos do país e as transformações impulsionadas pela logística 4.0.

O estudo completo está disponível para download neste link.

Primeira empresa de veículos comerciais e automóveis do mundo, a Mercedes-Benz é uma multinacional alemã pertencente ao Grupo Daimler AG. A companhia é líder na venda de caminhões no Brasil e um dos mais importantes players do ambiente logístico nacional.

Formado em administração de empresas pela Universidade Corporativa Daimler AG, Philipp Schiemer atua na Mercedes-Benz desde 1991, tendo chegado a presidência da empresa para o Brasil em 2013.

Confira a seguir a entrevista na íntegra:

 

Liga Insights (LI) - Como avaliam o ambiente logístico do Brasil e os desafios apresentados pelo país no plano da infraestrutura? 

Philipp Schiemer (PS) - Existe um degrau entre o cenário logístico do Brasil e de outros mercados mais desenvolvidos. A tecnologia tem sido uma grande aliada para aumentar a produtividade e a eficiência dos nossos clientes transportadores. Contudo, o Brasil precisa acelerar mais e voltar a ter os investimentos necessários em infraestrutura.

LI - Como vocês trabalha para unir eficiência e redução de custos nos seus caminhões? 

PS - Há mais de 60 anos no Brasil, a Mercedes-Benz roda seus produtos em todo o território nacional. Assim, garantimos robustez, confiabilidade, eficiência da operação e baixos custos de manutenção. Um exemplo: as nossas transmissões automatizadas com sistemas inteligentes e preditivos de troca de marcha. A automação busca o ponto perfeito de trabalho do motor, assegurando a melhor eficiência de combustível em cada situação, além de proporcionar maior conforto ao motorista nas viagens. Uma troca de marchas otimizada preserva o desgaste de componentes do motor, da transmissão e da embreagem por proporcionar engates mais precisos ao longo do tempo. 

LI - Como avaliam a maturidade da logística 4.0 aqui no Brasil?

PS - As tecnologias da Indústria 4.0 já presentes na nossa fábrica de caminhões de São Bernardo do Campo são extremamente relevantes para a gestão logística. Soluções de IoT, IA e Big Data nos dão um aumento significativo na qualidade de planejamento, controle e monitoramento de toda a cadeia logística, maximizando o uso dos meios de transporte e reduzindo os tempos de entrega de cada componente. Para se ter uma ideia, com a implantação de tecnologias 4.0 em nossa fábrica do ABC, ganhamos 15% de eficiência produtiva e 20% de eficiência logística.

LI - O que você acha e espera das iniciativas da Mercedes-Benz com startups?

PS - Startups e grandes corporações vão cooperar para aprender, testar e aplicar soluções juntas,  combinando a agilidade e flexibilidade das startups com o conhecimento, robustez e capacidade de realização das grandes corporações. Essa combinação deve encurtar os ciclos de desenvolvimento de ideias, aumentando a capacidade de geração de valor e a proximidade com clientes e a sociedade em geral. 

LI - Quais são as oportunidades para os empreendedores que desejam atuar em parceria com a Mercedes-Benz? 

A Mercedes-Benz desenvolve parcerias com seus fornecedores, clientes e startups, seja nas melhorias incrementais do dia a dia, seja na criação de soluções disruptivas e simples, em sintonia com os desafios da mobilidade do futuro. O pré-requisito é ter produtos de alta qualidade e custo competitivo no mercado. 

LI - A Mercedes, em 2018, liderou o mercado de vendas de caminhões pelo segundo ano seguido no Brasil. Quais os desafios para se manter na liderança de um segmento tão competitivo?

Os desafios para se manter na liderança do segmento estão diretamente ligados ao atendimento das expectativas de nossos clientes. Quando ouvimos as estradas, somos capazes de entregar soluções que resolvem problemas e melhoram, de fato, a operação logística de nossos clientes transportadores.

Confira o estudo completo Liga Insights com o tema Logtechs!

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar