Inovação

Aceleradora de startups: o que é e como gerar resultados com programa de aceleração

O ecossistema das novas empresas relacionadas à tecnologia é formado por alguns componentes bem característicos. Podemos dizer que este nicho é composto por 3 campos de atuação:

  1. Os empreendedores, que criam novas soluções.
  2. Os investidores, que aplicam capital e recursos neste projeto.
  3. As organizações que ajudam no desenvolvimento dessas ideias, no caso uma aceleradora de startup em conjunto com grandes corporações.

O que é uma aceleradora de startup?

Aceleradora de startup é uma organização que tem como principal objetivo fornecer condições para que outras empresa se desenvolvam, principalmente aquelas que estão no período de crescimento, ou seja, após a etapa de ideação de um projeto.

Normalmente, esse objetivo é alcançado por meio de um programa de mentoria específica sobre gestão e sobre o negócio, contribuição para encontrar investidores, disponibilidade de espaço físico e construção de um networking forte.

Quando falamos sobre o que é uma aceleradora de startups, é importante destacarmos que essas empresas não oferecem soluções apenas para negócios que estão sendo desenvolvidos. É também a forma de grandes corporações realizarem negócios com esse universo extremamente inovador e desenvolverem projetos relacionados à inovação e tecnologia em seu setor.

Para isso, as aceleradoras desenvolvem os chamados programas de aceleração, que possuem objetivos diferentes e são direcionados para públicos específicos. Os mais comuns e eficientes são:

Programa de aceleração corporativa

Essa é a forma de uma grande empresa criar um programa de desenvolvimento de startups focado em temas e tecnologias compatíveis com sua atuação. Assim, é possível interagir com o desenvolvimento das ideias e aproveitar os projetos e soluções que serão desenvolvidas.

Programa de aceleração de startups internas

Nesse formato, as grandes empresas conseguem incentivar o desenvolvimento de projetos internos ou de colaboradores.

Programa de aceleração de startups

O programa mais conhecido de uma aceleradora de startups, momento em que um empreendedor passar por todos os processos essenciais para o desenvolvimento do seu projeto.

Porque apostar em um programa de aceleração?

Um programa de aceleração é uma forma de investir em inovação e ter chances de retornos altos. Esse programa é importante para grandes empresas e para startups e seus benefícios podem ser definidos assim:

Benefícios para as empresas

Como falamos, uma aceleradora de startup contribui para o desenvolvimento de ideias em grandes empresas. Como o ambiente das startups é o espaço onde acontece o desenvolvimento de novas tecnologias e novos modelos de negócios, uma grande empresa deve se aproveitar dessa proximidade para levar esses conceitos para dentro do seu ambiente.

Além desses aprendizados e da proximidade com a tecnologia, ao aproveitar as vantagens de uma aceleradora de startup, uma grande empresa também passa a adotar elementos desse universo em sua cultura.

Aqui estamos falando sobre todo o conceito de inovação aberta e do desenvolvimento de um mindset empreendedor e inovador para essas organizações. Com isso, é possível incentivar a criação de projeto ao estilo startup, dentro desse espaço.

Porém, não é só a cultura que é beneficiada. Toda a metodologia adotada em startups — inovação aberta e agilidade, por exemplo — permite que a parceria entre grandes empresas com esses projetos seja uma forma de testar mercados e negócios que podem transformar o setor.

Benefícios para as startups

Para as startups, um programa de aceleração é uma das principais formas de conseguir alavancar um negócio e colocar sua solução no mercado. Mas, além disso, também podemos destacar outras 3 vantagens:

  1. Ter acesso às grandes empresas: esses programas são fundamentais para que as grandes organizações conheçam as startups que estão revolucionando o setor e possam investir nessas ideias.
  2. Obtenha recursos para o crescimento: uma aceleradora de startup é o elo que vai conectar seu projeto com investidores ou funding, programas de benefícios e outras empresas que podem se tornar parceiras.
  3. Mentoria sobre o negócio: esse é um dos principais benefícios. A oportunidade de receber uma mentoria de pessoas que já passaram por esse processo é fundamental para evitar erros e para o conhecimento do negócio como um todo.

Como escolher uma aceleradora de startup?

Agora que ficou claro o conceito e as vantagens de uma aceleradora de startups, é preciso que você entenda como escolher uma aceleradora para fazer sua ideia crescer ou para criar um programa para sua organização. Por isso, é importante seguir 3 critérios:

1. Faça uma análise da rede de mentores

Como falamos, uma das principais vantagens desses programas é a mentoria e o aprendizado que os experts podem passar. Por isso, antes de escolher uma aceleradora de startup, é necessário analisar quem são os profissionais que estão por trás.

2. Confira a base de startups mapeada pela aceleradora

Uma boa aceleradora de startups deve conhecer e ter mapeado o ecossistema de startups. Esse processo é fundamental para que, ao fechar negócio com uma grande empresa, ela consiga levar projetos e ideias que já existem para a construção de um programa com um retorno bastante rico e vantajoso.

Além disso, para as startups, essa base é importante para a construção de um ambiente de parcerias estratégicas entre as empresas.

3. Escolha uma aceleradora que tenha experiência no mercado

A experiência é fundamental para o sucesso de um projeto. Uma aceleradora que já tenha desenvolvido programas e empresas consegue ter mais entendimento sobre os processos, os caminhos e ainda destacar os erros que não podem ser repetidos, otimizando processos e garantindo um retorno do programa.

Qual diferença de uma aceleradora de startup para um incubadora?

Para fecharmos este conteúdo, é preciso falar sobre um assunto que, normalmente, causa uma certa confusão: a diferença entre uma aceleradora de startups e uma incubadora.

Como já definimos o conceito de aceleradora, precisamos também fazer com incubadora. Essas organizações são responsáveis por ajudar empreendedores que estão em um estágio mais inicial do seu projeto, normalmente, a etapa que vai da ideação e chega até o começo da validação.

Além do estágio do projeto, a forma como acontece essa ajuda também é diferente. Uma aceleradora de startup, geralmente, se organiza em sessões de mentoria, sejam palestras ou conversas diretas entre mentor e empreendedor. Por outro lado, as incubadoras se baseiam no método tradicional de consultoria.

Quer entender como grandes corporações podem inovar e gerar grandes resultados com um programa de aceleração? Entre em contato com a Liga e entenda mais.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar