Inovação

17 startups que estão revolucionando o mercado de educação

O mercado de inovação é um dos setores que mais tem se destacado no Brasil nos últimos anos. Acompanhamos o surgimento de empresas que transformaram seus campos de atuação e criaram novas formas de consumo. Podemos destacar aqui a revolução digital que afetou os serviços bancários, causada por organizações como o Nubank.

Porém, essa revolução não é restrita apenas aos campos mais abertos à tecnologia. Startups de educação se apresentam como formas de solucionar problemas que há algum tempo vem impedindo que esse setor fosse afetado pelas inovações tecnológicas presentes no mundo contemporâneo.

Principais startups de educação

Para destacarmos a ação dessas empresas, vamos apresentar as 17 principais startups de educação e mostrar como elas estão transformando o mercado. Confira:

1. App Prova

A startup foi criada em Belo Horizonte em 2012 e tem como objetivo auxiliar em um dos principais desafios da jornada educacional de uma pessoa: as provas. Por meio da plataforma criada pela empresa, alunos conseguem se preparar para avaliações identificando os pontos fortes e o que deve ser reforçado para um bom resultado.

A AppProva ainda permite que professores e profissionais pedagógicos acessem os dados das avaliações e criem atividades para melhorar o aprendizado dos alunos.

2. Árvore de Livros

A startup carioca tem como objetivo criar uma rede de leitores e incentivar a leitura, funcionando como uma espécie de serviço de streaming de livros. Com milhares de e-books em sua plataforma, é a solução para professores incentivarem os alunos com a literatura.

3. Br.ino

Localizado em Brasília, o objetivo do Br.ino é democratizar o ensino de robótica, tornando acessível esse conhecimento para os jovens do país. Além disso, a startup de educação ainda ajuda na inserção desse público no mercado de tecnologia por meio da transmissão do conhecimento.

4. ClassApp

Fundada em Limeira, São Paulo, a startup tem como objetivo revolucionar a comunicação escolar, um dos maiores gargalos da relação entre professores/pedagogos e pais de alunos.

Pelo aplicativo desenvolvido pela ClassApp é possível o envio de mensagens, individuais ou de grupos, marcar reuniões, enviar boletins e informativos com desempenho dos alunos e ainda realizar o registro das atividades escolares em tempo real. Dessa forma, há a segurança quanto à entrega desses dados e o acompanhamento por parte de pais e professores.

5. Dentro da História

Com o objetivo de aumentar o engajamento entre crianças e livros, a startup criou uma forma de inserir esse público nas próprias histórias. Os livros personalizados são fundamentais para auxiliar o processo de aprendizado das crianças e na retenção de conhecimento.

Além disso, há a contribuição para o desenvolvimento do senso lúdico das crianças, reflexos que são percebidos na criatividade diária.

6. Descomplica

A startup nasceu para atuar na preparação de estudantes para o Enem e logo se desenvolveu para além, oferecendo cursos e ferramentas para apoio escolar em todos os níveis de atuação — partindo do ensino básico e chegando até os cursos de pós-graduação.

Em seu site oficial, a informação é que, desde 2011, mais de 3,5 milhões de alunos já utilizaram a plataforma online para captação de algum aprendizado.

7. Edools

A startup de educação fundada em 2014, tem como principal objetivo contribuir com a experiência de quem ensina e quem aprende no universo digital. A estratégia é criar soluções online que tornem o ensino acessível e levem conteúdos de qualidade. Tudo isso de uma forma flexível e intuitiva para todos os lados.

8. Eruga

A startup curitibana atua na criação de treinamentos imersivos que utilizam a realidade virtual e aumentada para levar conteúdos de qualidade e eficientes para o público. Dessa forma, a empresa atua para solucionar os principais problemas da educação corporativa: altos custos e a falta de interesse de colaboradores.

9. Geekie

Fundada em 2011, a startup desenvolve soluções para ajudar instituições de ensino no processo de criação de ações pedagógicas para cada aluno. Partindo da premissa que o processo de aprendizado é particular, a Geekie contribui para que as escolas adaptem os conteúdos de acordo com as necessidades de cada aluno, realizando diagnósticos e acompanhando a evolução de cada usuário.

10. Happy code

Fundada em Campinas, São Paulo, o objetivo da Happy Code é levar o conhecimento em tecnologias e competências digitais para crianças e adolescentes. A empresa oferece cursos com temáticas diversas, envolvendo: programação de computadores, robótica, desenvolvimento de games e aplicativos e produção e edição de vídeos.

11. Hotmart

A Hotmart é uma das principais empresas no segmento de educação no Brasil. A startup oferece uma plataforma completa para hospedagem e comercialização de cursos online e infoprodutos em geral.

12. Já Entendi

A empresa atua no desenvolvimento de treinamentos e cursos de capacitação profissional online para profissionais que já estão no mercado de trabalho. A metodologia da startup é desenvolver esse aprendizado de uma forma que reduza custos para a empresa, mas que não reduza a qualidade do conhecimento transmitido.

13. Kanttum

A Kanttun é focada em um outro pilar importante da educação: os professores. A startup oferece soluções para o aperfeiçoamento dos docentes, por meio do ensino reflexivo e de feedbacks construtivos.

A estratégia utilizada pela empresa é o registro de aulas e a análise a partir desses vídeos. Dessa forma, é possível desenvolver práticas e melhorar as estratégias pedagógicas de cada professor.

14. MasterTech

A MasterTech é uma empresa focada na capacitação de tecnologia e outros temas relacionados à inovação, por meio de atividades interativas, modernas e eficientes de educação.

15. Quero Bolsa

O Quero Bolsa se define como a maior plataforma de bolsas de estudo para o ensino superior da América Latina. O site é a forma de unir os estudantes com as instituições que oferecem bolsas e já conta com mais de 1 milhão de vagas em mais de 1.000 instituições de todo o país.

16. Redação Online

O Redação Online é uma startup que oferece uma plataforma de correção de redações de estudantes de todo o Brasil. Além de atuar na correção de textos para o Enem, ainda atua em conteúdos para concursos e outros vestibulares.

17.Samba Tech

Fundada em Belo Horizonte, a Samba Tech é uma das empresas referência no mercado de vídeos online. A startup oferece infraestrutura para venda, distribuição, gerenciamento e armazenamento de vídeos, auxiliando na criação de treinamentos e cursos de capacitação de todos os tipos.

A importância das startups de educação para o Brasil

O cenário da educação brasileira aponta a importância dessas empresas para a sociedade. O panorama geral indica que, cada vez mais, as pessoas buscam conhecimentos em plataformas digitais e ferramentas não convencionais de ensino.

A educação formal, aquela que está vinculada ao sistema de ensino tradicional, começa a aproveitar as vantagens da tecnologia para obter melhores resultados, seja no aprendizado ou mesmo na comunicação com o aluno.

Além disso, vemos que a procura por conhecimentos digitais, treinamentos e capacitação estão em alta. Dessa forma, as startups de educação encontram um mercado favorável ao desenvolvimento de soluções inovadoras e eficientes para levar esse conhecimento e fazer que o aprendizado aconteça através de telas e outros dispositivos tecnológicos.

Gostou de saber mais sobre as startups de educação? Fizemos um estudo e mapeamos 297 startups brasileiras do setor! Baixe e aprofunde sobre o assunto:

edtechs

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar