ROI em projetos de inovação - O que é e como calcular
Inovação

Como calcular o ROI em projetos de inovação

Se você é responsável pela gestão de um negócio certamente conhece o termo ROI. Calcular os resultados e metrificar o desempenho de um projeto ou empresa é um grande desafio. Além de ser importante para saber se os objetivos estão sendo cumpridos, este cálculo também é essencial para definir os rumos e as próximas ações.

Por isso, se você ainda não sabe o que é ROI, está na hora de entender como medir o retorno da sua organização de uma forma eficiente e sem muitas complicações.

O que é ROI e como calcular

ROI é a sigla para Return on Investments ou Retorno sobre Investimentos. Esse indicador é responsável por mostrar qual é o percentual de ganho alcançado em relação ao valor que é investido em um projeto.

O ROI faz parte dos principais indicadores que um gestor de projetos e mesmo um empreendedor deve acompanhar para entender sobre a saúde do negócio. Neste caso, é fundamental para entender o lucro e saber o destino de investimentos e principais gastos.

Para calcular o ROI existe uma fórmula bem prática e já conhecida que coloca na ponta do lápis dois dados fundamentais: o investimento realizado e o lucro obtido ao longo do período em que é aplicado a conta. Portanto, o primeiro passo é saber o valor de ganho e de despesas/investimentos.

Com essas informações, é necessário subtrair o valor da receita pelo valor da despesas, depois disso, dividir o resultado pelas despesas novamente. Por fim, o último passo é multiplicar por 100.

Para ficar mais simples, a fórmula para calcular o ROI é a seguinte:

ROI = Receita – Custo / Custo  x 100

Normalmente, o cálculo do ROI é utilizado para saber a rentabilidade de projetos, investimentos e ações nos mais diversos setores de empresas e organizações.

Além disso, também é utilizado para analisar desempenho de campanhas de marketing, ações comerciais, eventos e outras situações que envolvem recursos financeiros.

Importância do ROI para projetos de inovação

O ROI é uma métrica essencial para quase todos os setores das empresas, em áreas como projetos, marketing, operações, recursos humanos, calcular este indicador é algo frequente e simples. Este fato se deve à presença de ações bem definidas e números claros em cada atividade.

No entanto, quando falamos em inovação, calcular o ROI é um pouco mais difícil, porém muito importante para justificar investimentos em projetos, soluções e para acompanhar os resultados das mesmas.

Para que seja possível entender o retorno sobre investimento de inovação, é preciso antes, metrificar o sucesso de ações que contribuem para o desenvolvimento de ideias e projetos dessa área. Alguns exemplos são:

  • Engajamento do time em projetos inovadores
  • Crescimento do número de projetos e propostas para soluções
  • Crescimento do número de soluções com potencial para se transformarem em diferenciais e negócios para a empresa

Com essas metas claras, será mais fácil calcular o ROI da inovação da sua empresa ou startup e assim direcionar melhor o uso de recursos financeiros.

Contabilidade da Inovação ou Innovation Accounting

Como falamos, para chegar ao ponto de calcular o ROI das ações de inovação é preciso antes ter uma noção de outras métricas. Principalmente quando olhamos para startups e empresas ágeis, é feita a análise conhecida como contabilidade da inovação.

A contabilidade da inovação consiste na análise dos dados que vão além do retorno financeiro dos projetos. Na prática, os indicadores devem medir o desempenho com base na visão de oportunidades e avanço para o processo de inovação como um todo.

Para metrificar a inovação, é preciso dados sobre todas as etapas deste processo, começando pela captação de ideias e projetos, passando pela apresentação de soluções e chegando ao momento em que as soluções efetivamente viram negócios.

Exemplos de métricas para acompanhamento

Como algumas métricas devem ser acompanhadas para que, ao final do processo, seja possível calcular o ROI dos processos de inovação das empresas. Vamos apresentar alguns detalhes e mostrar alguns pontos que devem ser observados.

Engajamento do time em projetos inovadores

Startups e organizações mais disruptivas são conhecidas por possuírem times de profissionais que estão, constantemente, envolvidos em novos projetos, afinal, possuem a cultura de inovação como essência.

Porém, se este ainda é um desafio para sua empresa, é importante acompanhar o percentual de colaboradores e profissionais que estão envolvidos em projetos relacionados à inovação, seja em eventos como hackathons ou mesmo no desenvolvimento de ideias.

Crescimento do número de projetos e propostas para soluções:

Um outro número para ficar de olho é o de projetos e de propostas recebidas. Sabemos que o objetivo da inovação é criar soluções para problemas da empresa, dessa forma, quanto maior o número de projetos, melhor está o andamento do processo de inovação em sua corporação.

Soluções com potencial de negócio

Chegando mais perto do cálculo do retorno sobre o investimento, é importante se atentar para a quantidade de projetos que se transformam em produtos realmente escaláveis e com valor para o negócio. A falta deste resultado pode representar erros em estratégias e formatos de inovação. Afinal, não adianta ter inúmeros projetos, se nenhum tiver potencial ou uma solução que de fato se transforme em negócio.

Número de intraempreendedores

O intraempreendedorismo é uma iniciativa importante e um sinal que sua empresa conta com profissionais com características interessantes para o desenvolvimento de soluções inovadoras.

Acompanhar o crescimento e o surgimento dessas iniciativas é ótimo para metrificar o processo de inovação em uma organização.

Resultados de soluções inovadoras

O desempenho das soluções desenvolvidas em projetos e programas de inovação da sua empresa deve ser calculado. Essa dado permite que você veja se as diretrizes estão corretas e onde estão os pontos de melhoria.

Acompanhando esses indicadores é possível entender como está o fomento à inovação e como a sua corporação está se comportando, quando o assunto é criar novas soluções para gerar resultados.

Por isso, as métricas de inovação devem ser acompanhadas e são bem interligadas. É importante ter número de projetos, mas com potencial de solução; e claro essas soluções devem gerar algum resultado de fato e serem viáveis – em termos de investimento.

Como foi possível notar, o termo inovação foi muito citado ao longo do texto, já que é algo muito importante para as corporações atualmente. Por isso, entenda o que é inovação e veja como pode ser benéfico para seu projeto ter um processo com este fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo