Inovação

Saiba qual a importância e como implementar a inovação corporativa

Quando falamos sobre inovação corporativa o primeiro argumento, normalmente, é algo que faz parte restritamente ao universo das startups. No entanto, ao longo dos últimos anos, acompanhamos a transformação de vários mercados e negócios, resultando em uma necessidade - partindo de grandes empresas - de entender essa mudança e seguir o fluxo.

Por seguir o fluxo, entenda sobre a importância de utilizar metodologias, processos, ferramentas e conhecimentos que nasceram nesse universo para garantir a sobrevivência das organizações tradicionais.

Assim, a inovação corporativa é, cada vez mais, algo importante para empresas de todos os tamanhos, setores e tempo. Afinal, implantar uma cultura inovadora é a estratégia para conseguir processos e soluções igualmente inovadores.

O que é Inovação

Inovação significa o processo de criar, transformar e explorar novas ideias para que elas se transformem em um produto, solução ou método diferente de tudo que existe com o mesmo objetivo.

Se olharmos para as empresas, podemos dizer que inovação também significa a criação de novos processos relacionados à operação de um negócio, para que o resultado seja melhor, mais rápido ou mais eficiente.

Analisando a origem etimológica da palavra inovação, percebemos que o termo é derivado da palavra em latim innovatio. Se traduzirmos, obtemos como resultado: criação de algo que ainda não existe igual e que tem como objetivo solucionar um problema ainda não resolvido.

Essa tradução pode ser aplicada no ambiente empresarial. Uma inovação serve para que um negócio ofereça algo para resolver uma demanda de forma nova e singular.

A inovação é tão importante para a sobrevivência e crescimento das empresas que atualmente que se tornou uma área específica dentro das organizações.

Com o surgimento das startups, empresas que possuem como base inovação e tecnologia, novos modelos de negócios foram criados e mercados foram e são transformados diariamente, gerando uma demanda constante por novas ideias e soluções.

Dessa forma, as organizações mais tradicionais, que não nasceram com a inovação em sua base, precisam trazer essa característica para dentro da rotina, e assim, surgiu a inovação corporativa.

Inovação Corporativa

A melhor forma de definir o que é inovação corporativa é por meio da união de duas ações relacionadas a este universo: processos e cultura.

Se, de uma forma geral, a inovação é o ato de criar soluções novas, a inovação corporativa é o ato de adotar essa premissa em todos os setores de uma empresa, passando pelas soluções e pela presença de uma cultura de inovação.

Portanto, inovação corporativa é a forma encontrada por algumas organizações em ter esse pensamento em seu DNA, do mesmo jeito que startups, em tese, já nascem assim. Nessas corporações, esse processo geralmente é implementado aos poucos, podendo levar algum tempo para o resultado ser completo.

A inovação corporativa pode, por vezes, ser confundida com inovação aberta, no entanto, são conceitos diferentes. A inovação aberta é uma das tantas formas que uma empresa pode optar para implementar a inovação corporativa.

Resumidamente, inovação aberta é a ideia de inovar quebrando os limites da empresa, abrindo para ideias e possibilidades externas que podem vir de colaboradores, clientes e possíveis clientes externos.

Procurar alternativas externas, como feiras e eventos, é uma forma de inovação aberta que contribui para a inovação corporativa, porém, há outras formas de desenvolver esse processo. Confira no próximo capítulo:

Como desenvolver a inovação corporativa

Entender que erros fazem parte do caminho

Como falamos várias vezes, inovar é criar algo novo. Para chegar a um resultado eficiente é necessário arriscar e desenvolver propostas ousadas. Como parte do processo, é normal acontecer alguns erros, que servem como parâmetros para evolução e maturidade do produto, solução e mesmo da empresa.

Testar, testar, testar e testar

Um dos principais métodos utilizados por startups é o desenvolvimento de MVPs. Esses produtos servem para testar a aderência da solução e para saber quais são os pontos de melhorias. Por isso, testar é sempre algo que faz parte do caminho e é importante para o crescimento da organização.

Estimular um ambiente de confiança

Para que uma solução inovadora seja desenvolvida, e para que a inovação faça parte da empresa, é necessário que o ambiente seja confiável e seguro. As pessoas ficam mais confortáveis para desenvolver projetos e apresentar ideias em um espaço assim, portanto, utilize todo o conhecimento em gestão de equipes para construir um lugar que contribua para a inovação.

Estimular a cultura do feedback e uma comunicação aberta e direta são bons passos para chegar ao resultado. Além disso, a colaboração e o senso coletivo contribuem para que cada colaborador fique mais seguro em compartilhar ideias e contribuir para o desenvolvimento de projetos de outras pessoas do time.

Responsabilidade individual e autogestão

Cada membro de uma equipe deve ter um papel e deve saber da importância do mesmo. O resultado do time deve ser derivado das ações individuais, portanto, cada profissional deve entender que também é responsável pela inovação.

Horizontalidade mas com lideranças

A ideia tradicional de chefe é algo muito discutido atualmente. Verdadeiros líderes conseguem levar suas equipes a resultados extraordinários. Assim como falamos sobre a responsabilidade individual, é preciso que o gestor e líder, entenda a necessidade de uma gestão horizontal, criando formas de ouvir e oferecer autonomia para cada profissional.

Menos burocratização dos processos

Como falamos sobre processo, é preciso falar que uma das principais causas que impedem as empresas de alcançarem um status de inovadora é o microgerenciamento de processos. As metodologias ágeis estão aí para provar que uma gestão organizada é fundamental para o desenvolvimento rápido e eficiente de soluções inovadoras.

Inovação além do marketing e patrocínios

Inovação corporativa é algo que deve estar presente em vários setores e momentos das empresas. Alguns profissionais acreditam que inovar é papel apenas do marketing e produto e a participação em eventos já cumpre essa função.

A cultura de inovação deve ser sentida em processos de outras áreas. A participação de eventos é importante, no entanto, é necessário que todo o conhecimento e práticas aprendidas nesses momentos sejam aplicados no dia a dia e em todos os processos do negócio.

Portanto, participar e patrocinar eventos de inovação, como hackathons e feiras, serve para aproximar uma organização do meio, mas a inovação corporativa não deve ser limitada a isso.

Quer saber mais sobre boas práticas para aplicar inovação corporativa em seu negócio? Leia sobre a importância da gestão da inovação.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar